quarta-feira, 1 de março de 2017

O que é seu corpo?






 O que é seu corpo? Essa parte quente que pulsa, te diz vivo, te faz mulher, homem, criança. O que é seu corpo? Esse meio de se expressar, de dançar quando tocam sua música favorita, de abraçar quando a saudade é sanada, de ir embora quando tudo fugir do controle. O que é seu corpo? Esse seu eu que tem que se controlar, se adequar, ser padronizado, enfeitado, ser humano. O que é ser humano? O que é ser um corpo? Na minha ponte entre entender e preferir fingir ignorância, prefiro pensar em embalagens, em refil, em algo que não vá se perder, desde que o conteúdo sempre precise ser utilizado. E ele precisa sim. Eu preciso sim. E todo mundo. Dentro de um corpo, cada pedacinho de nós somos um produto, indefinível, indistinguível, inigualável, ou quaisquer palavras que comecem com "in" que se queira dizer por hoje. Só não me venha com inocência, nós dois sabemos que tem coisas que se perdem com o tempo de uso, e essa com certeza, é uma dessas coisas.