terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Top 5 2013: Melhores textos.


Então eis o último top 5 do ano! Nada mais especial do que selecionar os 5 melhores textos do ano. Esse top 5 , na verdade não é minha opinião, é a opinião de vocês hahaha! Simmmmm, eu dei uma vasculhada nos posts mais visualizados, e eis aqui os escolhidos ! Bem, espero que gostem, e espero que 2014 eu escreva o triplo do que escrevi esse ano, muito obrigada por todos que acompanharam o blog durante o ano, mesmo com as falhas ( muito grandes) que tive. Um feliz ano novo ( se não fizer outro post ! ) e que 2014 venha com tudo! Beijo grande. 

1-"Abra apenas se quiser se machucar novamente!"


Depois de vários dias de melancolia, de choro, de lamentações, arrependimentos,saudades e de falta de amor próprio, eu me dei um tapa na cara e me perguntei, por quê tudo isso? Por quê você faz tanto mal a si mesma mais do que os outros podem fazer? Por quê você sempre pega toda a dor e amplia ela pra 100x de zoom, só pra ver mais perto e doer mais ainda?
 Eu acho que acordei um pouco de um sono profundo, um sonho no qual eu ficava de olhos abertos, só observando um intenso pesadelo, que parecia não ter fim, e só tinha intervalos quando eu dormia. E então meu sonho era meu refúgio da realidade. Foi como ter guardado muita coisa num armário que era muito pequeno pra aquilo tudo, e de repente ter a curiosidade de saber o que está lá dentro, e de mal organizado, cair tudo em cima de mim, de uma vez só, me jogando no chão, me fazendo chorar do quão impossibilitada de me levantar eu estava, mas eu me apoiei na minha confiança, no pouco de amor próprio que restava, e fui removendo, pouco a pouco, uma lembrança que esmagava meu pé, uma saudade que apertava meu peito ou um arrependimento que sufocava minha respiração.



2-  É não largar todas as estrelas pra ir buscar um tesouro além do arco-íris.

E era lindo o modo como a gente se amava, como tudo parecia tão perfeito, e como a vida tinha um sentido... E como eu sempre fiz de tudo pra fazer com que os outros estivessem felizes.
 Era sagrado cada momento do lado dele, e cada sorriso que ele dava por minha causa. Acho que ele não sabia que eu pensava tanto nele quanto ele pensava em mim. Bem, era meio que rotina, ir me deitar depois de dar um "tchau" pra quem eu mais amava, ainda com a voz dele ecoando no ouvido, com as suas últimas palavras na mente, eu puxava o cobertor me cobria por inteira enquanto sentia leves calafrios ao lembrar do seu rosto, ao sorrir , tímida, por gostar tanto dele. E imagens de todas as nossas conversas vinham na minha mente, inibindo meu sono, e me mantendo acordada por mais umas horas. Minha vontade era sempre de ligar, mandar algum sms, ou até ir lá , bater na porta dele e dizer o quanto eu o amo e que não queria ter que dizer tchau, que deveríamos ficar pra sempre juntos, porque a saudade de passar a noite sem poder vê-lo já estava doendo demais em mim...

3-Carta de despedida, coração a parte.

A vida nos conduz para caminhos que somos cegos para poder ver, até que ela permita, somos um tipo estranho se bonecos , que sente , que chora , que sorri quando sente que alguma coisa deu certo, mas que também reza e pergunta "por quê?" quando o dia é chuvoso, frio e nem a música mais bonita que você saiba tocar espanta aquele clima sombrio.
 Nos dão corda , um empurrão e dizem " vai viver " .
 É como conhecer o amor da sua vida, quando se olha bem nos olhos daquele medíocre garoto e vê que ele faz com que você sinta que a vida é você quem faz, como se houvesse esperanças, como se as estrelas estivessem no meio da escuridão só pra te lembrar que vocé não está sozinha, como se a lua fosse planejada pra permitir luz em meio a noite, com se o mar ficasse calmo quando choramos com ele...é como conhecer o amor da sua vida e desejar que aquela seja a última vez que o verá.


4-Pedra só não tem cura.

 Hoje acordei e senti saudades da Morte, senti saudades de tudo o que ainda não vivi e senti saudades de nascer. Senti saudades do mundo lá fora e de como as flores se abrem á medida que o Sol nasce. Senti saudades da liberdade que o céu costumava sentir e de como podia rabiscar as nuvens, eu acordei e senti saudades de sonhar.
 Hoje senti pena do amor, a inexistência dói , dói junto com a pertinência em usá-lo como tema para músicas banais, usá-lo como se fosse um só. 
 É só que em um dia , que talvez seja noite , eu acordei e me vi trancado dentro de mim, obrigado a me amar , obrigado a cuidar de mim como nunca fiz. Eu criei fantasmas dentro do vácuo da minha existência para não me sentir sozinho, aprendi a não ter medo do escuro e inventei como poderia ser o azul onde só havia preto e branco.
 Descobri as lágrimas sem sentir dor ou felicidade , descobri o sorriso só por existir, criei sombras pra confiar e criei mais fantasmas para servir de anjos. 



5- Nascer da morte. 

Ela era como o Sol à noite, era como as estrelas num dia ensolarado, era como um grão de areia perdido no mar.
 Entre as manhãs e os luares, ela doava lágrimas, sorria frouxo e cantava em disfarce a dor. Depois das 7 ela se vestia pelas metades, maquiava o olho inchado e ia vender sorrisos, e ela mesma.
 Em meio a lágrimas ácidas do breu, ela erguia o olhar e avistava olhares perdidos, gente mendigando amor, gente vendendo o mesmo. Gente sofrendo, gente se divertindo. Gente, gente, gente, e ela só queria sair daquela chuva, ela só queria um lugar para dormir só mais aquela noite, ela só queria estar viva apenas mais um dia.
 Trêmula sob a lua, foi até um carro, se debruçou sobre a janela e fez como se gostasse do que estava fazendo, uma mão segurando a vergonha, a dignidade, a outra, apenas dando força, como se ela estivesse se acostumado a isso. E as estrelas pareciam ter se escondido em meio ao frio.


3 comentários:

Feito Lua disse...

Gostei bastante do texto dois. Também gosto de escrever. Mas é chato porque as pessoas hoje em dia não se interessam sabe. Elas só leem algo se for de alguma blogueira famosa.
Enfim, gostei muito do seu blog. Beijo <3
http://feitolua.blogspot.com.br/

Rafaela Gracelli disse...

Infelizmente ninguém se interessa mesmo por outros blogs que não tenham nome. Acho que blog tinha que ser uma opção sabe, se você gosta você segue, mas não , quem tem dinheiro sempre passa na frente, pelas divulgações e induções de outras pessoas famosas, essas coisas. E muito obrigada pelos elogios, um beijo!

thaillapaixao1 disse...

Gostei bastante dos textos. Parabéns