sábado, 9 de novembro de 2013

Dicas de como usar corretamente a Nikon Coolpix L810


Oi oi gente! Uma leitora do blog depois de ver o post que tirei fotos da minha sobrinha Antonella, que você pode ver aqui, me pediu pra dar dicas de como usar a máquina pra obter um resultado bom e com qualidade , mesmo a máquina sendo semi-profissional. E eis me aqui , com todo o prazer pra dar umas diquinhas sobre a Nikon Coolpix L810. 
 Quando eu compro uma câmera, celular ,ou algum gadget, acabo mechendo demais nas configurações e as vezes isso é ruim. Então um bom passo pra começar é dar uma verificada nas seguintes configurações :


 A respeito do tamanho da imagem , costumo deixar nos 16M, assim quando passa pro computador a qualidade permanece impecável assim como estava na máquina. O problema é a memória , porque com um armazenamento de 4G ( no meu caso) e sempre tiro várias fotos, acaba lotando , então no fim da sessão de fotos acabo tendo que abaixar pra 8M ou 4M . Mas isso não acontece se você lembrar de descarregar o cartão e não tirar muitas fotos de uma vez :)

TOP 7 - Novembro


Primeiramente, desculpa por não ser um top 10, e em segundo lugar, é top 7 de novembro porque fica chato colocar outubro sendo que já começou Novembro, mas as músicas que eu separei fizeram sucesso em Outubro, e devem continuar no topo durante este mês. Mas, já prometo que no fim de Novembro faço um top 10, nem que eu tenha que inventar as músicas hahahaha , e vai ser como um complemento desta lista, mas com as músicas que fizeram mais sucesso em Novembro. 












quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Resenha : Cidades de Papel (John Green)

 

Olá !!! Enfim terminei o livro e acho que nao demorou muito , se comparado á ( acho digno de exemplo por ser do mesmo autor ) A culpa é das estrelas, que eu demorei muito pra pegar o ritmo da coisa, e acabei deixando o livro de lado , mas valeu demais pelo final *-*.
 Agora vamos falar de Cidades de Papel, do John Green, e o título é super digno já que tem repercurssão por todo o livro. Bem , o protagonista da nossa trama , é Quentin Jacobsen, ou apenas Q, que é vizinho de uma garota chamada Margo. Q é fissurado por ela , desde quando eles eram crianças. Mas ela sempre foi um pouco misteriosa, um pouco é muito pouco , Margo era simplesmente o mistério em pessoa, ela era diferente , era uma garota de papel como ela diz no fim do livro. Eu a interpreto como um curinga no baralho , diferente dos demais , ora útil, ora não.


 Quando crianças , Q e Margo estavam casualmente brincando no parque perto de casa , quando encontram um cara morto perto de uma árvore , Robert Joyner. Óbvio que eles saem correndo e vão pra casa, mas Margo vai a fundo na história e decide descobrir a causa da morte , na verdade, não descobre muita coisa , mas ainda assim , pra uma criança, é sim , muita coisa. E depois daquele dia , os dois pararam de brincar juntos, de conversarem, cada um seguiu seu caminho, Margo, abelha rainha dos populares da escola, e Q , apenas um garoto comum que chega atrasado todos os dias e espera seus amigos Ben e Radar todos os dias depois da aula, na sala de ensaios . 

sábado, 2 de novembro de 2013

Resenha: Máscara blond repair Vitaessencia


Oi oi gente linda!  Anunciando a reativação do blog haha, finalmente o ano ta acabando, o enem já passou e já consigo avistar férias firme ! 
 Enfim , hoje vou falar de um produtinho que achei numa loja pequena, que não lembro o nome. Na verdade, havia tempos que estava procurando matizadores em farmácias e só decepção. No máximo achei shampoos desamareladores, achei um bom , que depois faço resenha também, além da dupla do John frieda shampoo+condicionador que super hidrata e tem um cheirinho que eu amo! 
 Pesquisei em blogs e fiquei sabendo de um matizador que era super bom que é um tal do Biocale, só que não vende aqui , e achei pra vender só numa página no facebook e fiquei meio que sei lá em comprar, aí resolvi procurar realmente um matizador na cidade e achei esse lojinha, que eu me senti tipo no fim de um arco-íris porque achei vaaaaaaários produtos bacanas e difíceis de encontrar. Perguntei a moça da loja qual o melhor matizador que ela tinha, então ela me apresentou esse da vitaessencia que eu nunca tinha ouvido falar, mas pelo preço raso de 20 dilmas resolvi levar ao menos pra testar. 
 O caso é que : meu cabelo estava caindo muito por usar shampoo desamarelador direto. Caia muito mesmo, quebrava e tudo o mais. Então to usando um shampoo Head and sholders, branco mesmo, e condicionador da nova linha da Pantene, confesso que reincorporou meu cabelo. Então ontem finalmente fui testar esse produtinho eeeeee...... amei , pelo custo e pelo tempo que deixei , desamarelou muito e quase platinou. Super aprovado !


Pela cor já dá pra ver que é super forte, e ele tem uma consistência esquisitinha, mas não suja mãos nem o banheiro todo( alooooooooõ amigas da v. Genciana). Como usei : lavei o cabelo com o shampoo desamarelador de outra marca, depois passei creme pra massagem ( aqueles de mega pote, novex) e ainda com o creme no cabelo passei o da vitaessencia por cima , massageando bem, deixei uns 2 minutos e enxaguei. Meu cabelo ficou realmente macio , acinzentado e eu amei o resultado , realmente recomendo ! 

 Gostou do post? Já testou algum desamarelador? Compartilhe! Comente logo em baixo, ou clique em curtir ao lado e continue por dentro das novidades do blog!