quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Pedra só não tem cura.



" Talvez eu não te ligue de manhã mais, nem te diga que você é especial , porque talvez já não seja mais. É que as estrelas perderam o brilho essa noite e não vejo sentido em pensar em você quando ouço a minha música preferida. "

 Hoje acordei e senti saudades da Morte, senti saudades de tudo o que ainda não vivi e senti saudades de nascer. Senti saudades do mundo lá fora e de como as flores se abrem á medida que o Sol nasce. Senti saudades da liberdade que o céu costumava sentir e de como podia rabiscar as nuvens, eu acordei e senti saudades de sonhar.
 Hoje senti pena do amor, a inexistência dói , dói junto com a pertinência em usá-lo como tema para músicas banais, usá-lo como se fosse um só. 
 É só que em um dia , que talvez seja noite , eu acordei e me vi trancado dentro de mim, obrigado a me amar , obrigado a cuidar de mim como nunca fiz. Eu criei fantasmas dentro do vácuo da minha existência para não me sentir sozinho, aprendi a não ter medo do escuro e inventei como poderia ser o azul onde só havia preto e branco.
 Descobri as lágrimas sem sentir dor ou felicidade , descobri o sorriso só por existir, criei sombras pra confiar e criei mais fantasmas para servir de anjos. 
 Chamei de meus todo aquele céu que só era cinza, me perguntei qual era meu nome, só me lembrava que o céu já fora azul. 
 Talvez eu tenha tido família, talvez alguém me ame, talvez eu já tenha amado. Não. Me sinto pedra e pedra não sente. 
 Talvez eu tenha sido mal , talvez tenha magoado alguém, mas não me lembro para me arrepender, não me lembro porquê me abandonaram  e nem porquê não tenho ninguém , sou sozinho, eu e os fantasmas, eu e os fantasmas, eu e seus fantasmas , eu e as sombras.
 Elas me dizem , vêm , me seduzem, mas eu persisto , ainda há alguém que virá me ver, me falará quem sou, e falará que me ama. 
 Do pequeno pedaço de papel que me deixaram havia :
Talvez eu não te ligue de manhã mais, nem te diga que você é especial , porque talvez já não seja mais. É que as estrelas perderam o brilho essa noite e não vejo sentido em pensar em você quando ouço a minha música preferida. 
 Se ela me amou, amou por completo e então é capaz de perdoar, querida , se eu pudesse te pedir perdão se eu pudesse te encontrar em um sonho e segurar a sua mão, eu o faria , só pra te ver sorrir , só pra te imaginar linda , feliz. Do pouco que sei é o que vale na vida é amar alguém. 
 Engraçado não lembrar de você, mas sentir que te amo, mas pedra não sente.
Talvez tenha uma metade viva , prazer, pedra com coração.
 Meu anjo, venha me buscar, que não seja das sombras , espero um anjo que tenha luz, espero que me deixe ver minha querida só pra matar a saudade, a culpa não é minha por ter a doença, por ter a loucura , por não ter controle de mim. Toda a vida preso, dopado, drogado. Fantasmas e sombras. Céu quadrado. Dias contados e estrelas num quadro. E eu só queria que você tivesse vindo e me dado um abraço só para que eu fosse em paz. 
 As vezes não temos culpa do destino, mas senti saudades da Morte no momento em que nasci, senti saudades de especificar , minha querida , minha alma está nascendo nova, deixe minha mente nova como esta, e limpa, limpa do mal de outras vidas, limpa de sombras. Ela riu e de malandra disse que gostou de mim . Nasci pronto para vê-la novamente. 
 Fui prometido á Morte quando nasci , já sabia das sombras que teria um amor, e este é vocé anjo luz, autora do pequeno trecho que me deixa vivo, Mas que a Morte não saiba , mas sempre te amei , no meu inconsciente eu , amei você , amei mais do que as estrelas no quadro. A cada noite, sofria com a dor que as sombras me causavam só para mandar meus fantasmas te protegerem, não tenho amigos anjos, sou prometido da Morte, sou vida sem alma. 
 Prazer , pedra com coração, sem alma, prometido á Morte, apaixonado por um anjo. 
 Pedra é capaz de amar.
 Pedra é capaz de Morrer.
 Pedra só não tem cura.  

Nenhum comentário: